cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Desporto
Natureza
Natureza
Desporto
Arte
Cultura
Natureza
Internet Marketing Bruidsfotograaf

PROJETOS COFINANCIADOS

2020

 

Aquisição de Veículo Florestal de Combate a Incêndios

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Aquisição de Veículo Florestal de Combate a Incêndios

CÓDIGO: POSEUR-02-1810-FC-000208

OBJETIVO PRINCIPAL: Promover a adaptação às alterações climáticas e a prevenção e gestão de riscos

DESPESA TOTAL: 233.700,00 €

DESPESA ELEGÍVEL: 233.700,00 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 198.645,00 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 35.055,00 €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 01/Mai/2017 a 31/Dez/2017

 

BREVE DESCRIÇÃO:

Considerando a elevada percentagem de áreas protegidas com um capital de valor ambiental, histórico, flora e faunístico relevante, torna-se imprescindível garantir a capacitação técnica do Corpo de Bombeiros Municipais da Figueira da Foz.

A aquisição deste Veículo Florestal de Combate a Incêndios vai permitir melhores condições operacionais e, em consequência, maior eficácia no combate e gestão de incêndios, permitindo a preservação da floresta e do meio ambiente, e a segurança das populações.

A operação financiada diz respeito à aquisição de um Veículo Florestal de Combate a Incêndios – veículo da classe M, categoria 3, dotado de bomba de serviço de incêndio e um ou mais depósitos de agente extintor, destinado prioritariamente à intervenção em espaços naturais.

 

Escola Secundária Cristina Torres - Beneficiação

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Escola Secundária Cristina Torres - beneficiação

CÓDIGO: CENTRO-03-5673-FEDER-000108

OBJETIVO PRINCIPAL: Elevar a qualificação dos jovens e adultos, reforçando a qualidade da educação e formação

DESPESA TOTAL: 529.788,00 €

DESPESA ELEGÍVEL: 526.868,94 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 447.838,60 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 81.949,40 €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 01/Set/2017 a 31/Dez/2018

BREVE DESCRIÇÃO:

O objetivo desta intervenção é requalificar a Escola Secundária c/3ºCEB de Cristina Torres, renovando e modernizando os seus espaços, adequando-os às novas exigências de conforto e funcionalidade e, dessa forma, criar as melhores condições para o desenvolvimento de um processo formativo qualificado, bem como de combate à exclusão social, ao abandono e ao insucesso escolar.

A escola poderá assim contribuir para o objetivo nacional de qualificação dos jovens, conduzindo ao seu desenvolvimento pessoal, ao exercício de uma cidadania ativa e à empregabilidade.

Este esforço de qualificação exige uma estrutura e equipamentos adequados às práticas de ensino subjacentes.

A intervenção a realizar na Escola Secundária c/3.º CEB de Cristina Torres potenciará a qualidade e a eficiência do sistema de educação assumindo a diretiva de requalificação do parque escolar.

 

 

Ciclovia do Mondego – Troço Estação CF/Vila Verde

 DESIGNAÇÃO DO PROJETO: Ciclovia do Mondego – Troço Estação CF/Vila Verde

CÓDIGO: CENTRO-09-1406-FEDER-000012

OBJETIVO PRINCIPAL: Apoiar a transição para uma economia com baixas emissões de carbono

DESPESA TOTAL: 754.286,43 €

DESPESA ELEGÍVEL: 712.548,93 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 605.666,59 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 148.619,84 €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 31/01/2017 a 31/11/2018

BREVE DESCRIÇÃO:

A construção da Ciclovia do Mondego – Troço Estação CF/Vila Verde faz parte integrante do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) aprovado para a Figueira da Foz.

Esta componente corresponde à construção do troço da ciclovia do Mondego entre a estação de caminho de ferro (ligação ao troço de ciclovia existente – km 0+700,000) e Vila Verde Km 4+331, numa extensão total de 3,631 Km, e visa a estruturação e organização da mobilidade na área de Salmanha e Vila Verde, designadamente:

• A acessibilidade rodoviária à Figueira da Foz e ao IP3, com especial atenção ao tráfego de pesados
• A acessibilidade em modos suaves à Figueira da Foz, considerando deslocações quotidianas e percurso de lazer
• Potenciar o transporte ferroviário
• Fomentar a relação entre as áreas edificadas e a margem do Mondego, vencendo a barreira do caminho de ferro
• Fomentar a vivência local, valorizando as pequenas centralidades locais
• Fixar uma solução que integre o PDM, considerando os estudos já elaborados
• Integrar o percurso de modos suaves, que já dispõem do necessário projeto


Requalificação do Núcleo Antigo da Figueira da Foz – 1ª Fase

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Requalificação do Núcleo Antigo da Figueira da Foz – 1ª Fase

CÓDIGO: CENTRO-09-2316-FEDER-000057

OBJETIVO PRINCIPAL: Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

DESPESA TOTAL: 3.721.966,58 €

DESPESA ELEGÍVEL: 3.076.470,59 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 2.615.000,00 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 1.106.966,58  €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 05/Jun/2017 a 31/Mai/2019

BREVE DESCRIÇÃO:

 

A reabilitação do Núcleo Antigo da Figueira da Foz – 1ª Fase faz parte integrante do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) aprovado para a Figueira da Foz, e tem como objetivos:

  • Requalificação desta área central, devolvendo-lhe dignidade e recuperando a sua plena utilização e fruição tanto pela população residente, como por turistas e visitantes, através da criação de novas zonas de estadia e de áreas de circulação pedonal.
  • Dignificação, valorização e reenquadramento do vasto património histórico e patrimonial existente nesta área, preservando a sua simbologia identitária e significado, enquanto elementos de referência histórica local.
  • Melhoria do desempenho das funções urbanas deste espaço, de forma a contribuir para a valorização da frente urbana edificada na sua relação de escala com o espaço público adjacente.
  • Regeneração desta área central da cidade, e dos seus eixos de penetração na malha urbana mais interior, de forma a criar condições catalisadoras do investimento privado, com efeitos multiplicadores na economia local.
  • Reordenamento dos circuitos rodoviários e pedonais com eliminação de pontos de conflito, contribuindo para o aumento da segurança de peões e acalmia de tráfego.
  • Controlo e reordenamento do estacionamento automóvel, reduzindo a pressão sobre as zonas de maior fluxo de trráfego rodoviário e pedonal, e criando bolsas de estacionamento periféricas.
  • Melhoria da qualidade do ambiente urbano, com a introdução de vegetação e zonas verdes adequadas
  • Valorização da paisagem urbana da Figueira da Foz, enquanto intervenção integrada na estratégia de desenvolvimento urbano global preconizada no PEDU

Centro Escolar de S.Pedro

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Reabilitação da zona envolvente do Coliseu Figueirense

CÓDIGO: CENTRO-09-2316-FEDER-000027

OBJETIVO PRINCIPAL: Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

DESPESA TOTAL: 162.841,80 €

DESPESA ELEGÍVEL: 162.841,80 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 138.415,53 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 24.426,27  €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 07/Fev/2017 a 31/Mai/2017

BREVE DESCRIÇÃO:

A reabilitação da zona envolvente do Coliseu Figueirense faz parte integrante do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) aprovado para a Figueira da Foz

Esta intervenção, a realizar numa área com cerca de 2.900 m2, será efetuada no espaço público envolvente ao edifício do Coliseu Figueirense, e tem como objetivo proceder à sua requalificação, devolvendo-lhe dignidade, e inserindo-a de forma adequada na malha urbana.

Serão criadas vias de circulação de peões, e o atual estacionamento será transferido para uma bainha de estacionamento devidamente demarcada do lado direito da via, junto ao passeio a construir, sendo ainda criada uma bolsa de estacionamento na área do largo.

Os contentores de recolha de resíduos sólidos, resíduos seletivos e de recolha de bens (Wippy) que atualmente se encontram dispersos em vários pontos deste espaço, serão relocalizados e condicionados num único espaço.

O muro de suporte será reabilitado e reintegrado e todos os pisos e pavimentos existentes serão requalificados. Esta intervenção inclui ainda a plantação de vegetação com uma função de enquadramento paisagístico e proteção ambiental. 

 

 

Unidade de Saúde Familiar das Alhadas

 DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Unidade de Saúde Familiar das Alhadas

CÓDIGO: CENTRO-05-4842-FEDER-000004

OBJETIVO PRINCIPAL: Promover a inclusão social e combater a pobreza

DESPESA TOTAL: 605.607,96 €

DESPESA ELEGÍVEL: 605.011,41 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 514.259,70 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 91.348,26  €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 18/Out/2016 a 31/Ago/2017

BREVE DESCRIÇÃO:

Construção e aquisição de uma nova unidade de saúde em Alhadas, que integra a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Figueira da Foz Norte, pertencente ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Mondego, um dos seis ACeS da ARS Centro.

Esta nova Unidade de Saúde em Alhadas, irá agregar as 3 Unidades de Saúde atualmente existentes em Alhadas, Brenha e Maiorca, permitindo a otimização de recursos, e a melhoria do nível de acesso aos cuidados de saúde.

Este projeto irá melhorar as condições de atendimento à população alvo, potenciando a humanização dos serviços e o acesso do cidadão aos cuidados de saúde de maior qualidade, em áreas como a prevenção, vigilância, diagnóstico precoce e tratamento, quer na área médica quer na área de enfermagem.

A Unidade de Saúde Familiar das Alhada, irá dispor de prestação de cuidados de saúde médica ao nível do planeamento familiar, saúde materna, saúde infantil-juvenil, rastreio oncológico, consulta de diabetes Mellitus, consulta de hipocoagulação, consulta de adultos e consulta domiciliária.

Ao nível das consultas de enfermagem, será disponibilizado o atendimento nas áreas da saúde infantil, saúde materna, planeamento familiar, rastreio oncológico, diabetes, hipertensão, tratamento de feridas, vacinação e consultas domiciliárias.

A nova Unidade de Saúde nas Alhadas potencializa uma melhoria na qualidade dos cuidados prestados aos utentes, incrementa a equidade e a segurança clínica, e melhora o conforto e a comodidade no atendimento dos cidadãos.

 

Plano Estratégico de Dsenvolvimento Urbano da Figueira da Foz (PEDU)

 

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Plano Estratégico de Dsenvolvimento Urbano da Figueira da Foz (PEDU)

CÓDIGO: EIDT-99-2015-03-009

OBJETIVOs PRINCIPAIS: Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos. Apoiar a transição para uma economia com baixas emissões de carbono.

DESPESA ELEGÍVEL: 7.764.706,00 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 6.600.000,00 €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: Até 31 de Dezembro de 2020

BREVE DESCRIÇÃO:

O Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) da Figueira da Foz, tem como principais objetivos:

  • A reabilitação e o uso efetivo dos edifícios na globalidade das áreas delimitadas pelas ARU da Figueira e de Buarcos; especialmente nas frentes ribeirinha e marítima e nos edifícios confrontantes com os espaços públicos que foram ou irão ser objeto de qualificação.
  • A qualificação de espaços públicos, com a contenção e a disciplina da circulação e do estacionamento automóvel, com o reforço do estar pedonal e com a consequente animação vivencial.
  • A alteração do padrão de mobilidade, com o aumento da utilização de transportes públicos e de modos suaves nas deslocações quotidianas, reduzindo a sua pegada ecológica.

Este Plano Estratégico tem previstas as seguintes operações:

Na área da mobilidade:

  • A melhoria funcional do principal Intermodal
  • A implementação de um sistema de bicicletas partilhadas
  • A construção do troço da Ciclovia do Mondego, entre o Intermodal e Vila Verde

Na área da regeneração urbana:

  • A qualificação da frente marítima de Buarcos
  • A requalificação urbana do Cabedelo
  • A requalificação do núcleo antigo da Figueira da Foz
  • A requalificação do antigo Quartel dos Bombeiros Municipais
  • A reabilitação da zona envolvente do Coliseu Figueirense

 

Melhoria funcional do principal Intermodal

 

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Melhoria funcional do principal Intermodal

CÓDIGO: CENTRO-09-1406-FEDER-000006

OBJETIVO PRINCIPAL: Apoiar a transição para uma economia com baixas emissões de carbono

DESPESA TOTAL: 191.867,29 €

DESPESA ELEGÍVEL: 191.867,29 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 163.087,20 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 28.780,09  €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 21/Nov/2016 a 28/Abr/2017

BREVE DESCRIÇÃO:

A melhoria funcional do principal Intermodal faz parte integrante do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) aprovado para a Figueira da Foz

Esta intervenção inclui:

  • A reorganização e requalificação física do espaço público do interface, melhorando as condições de utilização entre os diversos modos de transporte público, ferroviário, rodoviário urbano, interurbano, regional e nacional.
  • A racionalização do parqueamento dedicado ao transporte público rodoviário, com o objetivo de reduzir o volume de tráfego diário destes veículos, e os índices de poluição por emissão de CO2.
  • A criação de condições para futura instalação de sistema de bicicletas partilhadas
  • A eliminação dos pontos de conflito rodoviários existentes, através da criação de uma rotunda e de vias segregadas, reorganizando os sentidos de trânsito de entrada e saída na cidade, bem como de acesso ao intermodal e ao posto de abastecimento de combustível existente na área.
  • Melhoria e reorganização de bolsas de estacionamento para transporte público e transporte individual.
  • Instalação de zonas de estadia e de espera para utentes, com condições de segurança e aumento do conforto, que permitam, de forma eficaz, a largada e tomada de passageiros e o transbordo entre os diversos meios de transporte, estimulando e reforçando o uso dos transportes públicos.
  • Criação de zonas verdes de fruição pública, através da reabilitação de uma área arborizada adjacente ao intermodal, atualmente inacessível, e da criação de uma expressiva área verde na rotunda a construir.

 

 

Reabilitação da zona envolvente do Coliseu Figueirense

 

DESIGNAÇÃO DO PROJETO:  Reabilitação da zona envolvente do Coliseu Figueirense

CÓDIGO: CENTRO-09-2316-FEDER-000027

OBJETIVO PRINCIPAL: Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

DESPESA TOTAL: 162.841,80 €

DESPESA ELEGÍVEL: 162.841,80 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA: 138.415,53 €

CONTRAPARTIDA MUNICIPAL: 24.426,27  €

PRAZO DE EXECUÇÃO PREVISTO: De 07/Fev/2017 a 31/Mai/2017

BREVE DESCRIÇÃO:

A reabilitação da zona envolvente do Coliseu Figueirense faz parte integrante do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) aprovado para a Figueira da Foz

Esta intervenção, a realizar numa área com cerca de 2.900 m2, será efetuada no espaço público envolvente ao edifício do Coliseu Figueirense, e tem como objetivo proceder à sua requalificação, devolvendo-lhe dignidade, e inserindo-a de forma adequada na malha urbana.

Serão criadas vias de circulação de peões, e o atual estacionamento será transferido para uma bainha de estacionamento devidamente demarcada do lado direito da via, junto ao passeio a construir, sendo ainda criada uma bolsa de estacionamento na área do largo.

Os contentores de recolha de resíduos sólidos, resíduos seletivos e de recolha de bens (Wippy) que atualmente se encontram dispersos em vários pontos deste espaço, serão relocalizados e condicionados num único espaço.

O muro de suporte será reabilitado e reintegrado e todos os pisos e pavimentos existentes serão requalificados. Esta intervenção inclui ainda a plantação de vegetação com uma função de enquadramento paisagístico e proteção ambiental.

Estágios PEPAL

 

 

end faq

 

 

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |