cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Natureza
Desporto
Cultura
Natureza
Desporto
Natureza
Arte
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Noite dos Esqueletos levou milhares de pessoas ao Museu Municipal

2017 11 02 esqueletos

Noite dos Esqueletos 2017 - Uma noite que deixou água na boca ...

Inspirada na tradição anglo-saxónica do Halloween, a Noite dos Esqueletos pretendeu ser, desde o seu início em 2010, mais do que uma simples noite em que homens, mulheres e crianças se mascaram de seres imaginários, fantasmagóricos e aterradores que brincam às doçuras e travessuras.

Ao longo destes sete anos, a iniciativa, gratuita, tomou proporções cada vez maiores, assim como a crescente empatia que se estabeleceu com o público, que adere aos milhares.

Todos os anos é escolhida uma temática, em 2016 foi “A Noite no Egipto ”, este ano “7 anos, 7 noites, 7 sustos, 7 pecados mortais”.
A noite mais divertida e assustadora de 2017 teve como palco principal o Museu Municipal Santos Rocha, com uma extensão no Pavilhão Multiusos, onde se encontra patente, até março de 2018, a exposição “Dinossauros da Patagónia”.

A iniciativa, que continua a apostar na vertente lúdica, contudo sem nunca descurar a vertente pedagógica, na qual se faz uso do espólio do Museu e do próprio espaço museológico para testar a cultura dos visitantes, teve dois horários, para melhor servir os diferentes tipos de público que nos visitaram aos milhares nessa noite.

Assim, no Museu, entre as 18h00 e as 20h00, famílias e crianças até 12 anos, cerca de 450 pessoas, puderam desfrutar de um final de tarde assustador, mas acima de tudo, divertido e lúdico-pedagógico.
A escritora e contadora de histórias Milú Loureiro esteve presente com a sua Bruxa Mituxa; o Exploratório – C.C.Viva| Coimbra, com “7 Experiências de espantar”, uma atividade dirigida crianças dos 06 aos 12 anos e foi disponibilizado serviço de pinturas faciais (pago). A complementar estas atividades, o Museu promoveu o habitual Percurso Pedagógico, e no final da visita as crianças tiveram direito às habituais doçuras.
A partir das 21h00 e até às 00h00, e ainda no Museu, o evento foi dirigido ao público em geral e contou com apontamentos musicais, dança e teatro pela Escola de Artes do CAE e pelo grupo de Teatro Amador “As Personagens”, ambos com encenação de Guilherme Lima.
Pelas 22h00 realizou-se no Auditório Municipal, o tradicional desfile de “Pecadores, Fantasmas e demais Seres Aterradores”, dinamizado pela Escola de Samba GRES- Novo Império.

Entre as 22h00 e até às 02h00, no Pavilhão Multiusos, os "Dinossauros da Patagónia" juntaram-se à festa, onde o Exploratório C.C. Viva | Coimbra tinha preparadas “Escavações Aterradoras” e um “Arrepiário”.
A entrada no Pavilhão foi gratuita, para todos os que passaram pelo Museu Municipal nos dois horários da iniciativa.
Como tem vindo a ser habitual, a realização da Noite dos Esqueletos contou com a colaboração da comunidade local, nomeadamente de Associações/Coletividades, que cederam roupas e adereços (Sport Clube de Lavos, Sociedade Instrução Tavaredense, Sociedade Filarmónica Dez de Agosto, Grupo Instrução e Sport, 1º e 2.º Jardim-Escola João de Deus, Escola Bernardino Machado, Escola Cristina Torres. Associação Cultural Recreativa e Desportiva da Gândara), estabelecimentos comerciais (Beljor, Ternuras, Servilusa, Lusiaves, Cevadas- Casa das Carnes do Ervedal, Padarias Dionísio, Dapaval e Rui Mamede) e de inúmeros voluntários a título individual.

 

2017/11/02

 

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |