cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Cultura
Desporto
Desporto
Natureza
Natureza
Natureza
Arte
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Figueira da Foz apurou os primeiros finalistas da 4.ª Edição do programa "Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra " 2016/2017

2017 03 17 empreendorismo

Jovens apostam em soluções para a Terceira Idade e Proteção para motociclistas

O Município da Figueira da Foz associa-se, uma vez mais, às iniciativas da CIM | RC – Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, desta vez, no âmbito da 4.ª Edição do programa "Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra " 2016/2017.

A Figueira da Foz foi o primeiro dos 19 municípios da CIM a conhecer os seus finalistas, como resultado do Concurso Municipal de Ideias de Negócio do Ensino Secundário e Profissional, que se realizou no passado dia 9 Março, no Auditório Municipal Dr. Santos Rocha, levando a palco as ideias de três professores e 18 alunos do 3º ciclo e de quatro professores e 24 alunos do Ensino Secundário e Profissional, em ambiente de festa, animado por alunos do Conservatório de Música David de Sousa, e de saudável competição. Registe-se que os projetos a concurso foram selecionados dos apresentados por dez turmas de cinco escolas da Figueira da Foz, num trabalho que envolveu um total de 12 docentes e quase 200 alunos.

«É de saudar a vossa participação», disse, na abertura do concurso, o Vice-presidente da Autarquia, António Tavares. «Apelo a que mantenham este entusiasmo, porque o País precisa de boas ideias», afirmou.

A tarde arrancou com a apresentação do único projeto do 3.º ciclo, desenvolvido por alunos da EB 2,3 Dr. João de Barros, com o apoio das professoras Adélia Henriques, Bela Matos e Fátima Lopes, no seio do Clube de Empreendedorismo «Imprehendere». Intitulado "ASAS - Apoio, Serviços e Atividades para Seniores", o projeto que vai ser defendido na Fase Intermunicipal, a 27 de maio próximo, na Expo-Mortágua, pode ser acompanhado através do site da Expo-Empresa ASAS (disponível em http://asas.safe-net.eu/) ou descarregando a APP ASAS (que contou com o apoio da Empresa Biopáginas), já disponível para o sistema operacional Android.

Do Ensino Secundário e Profissional chegaram à final nove ideias que revelam bem a atenção que os jovens dedicam aos problemas do dia-a-dia, propondo soluções, materiais e tecnológicas, ambiental, social e economicamente sustentáveis: o «Safety Cross», apresentado por alunos da Escola Secundária de Cristina Torres, destinado a aumentar a eficiência da sinalética presente em entroncamentos de vias; da mesma escola, a «Bengafriend», pensada para melhorar a deslocação de pessoas com deficiência visual; do Intep, a «PLGPS», uma pulseira localizadora adaptada para idosos, crianças ou pessoas com limitações de autonomia; da Cristina Torres, o «Adaptador de lentes graduadas para capacetes», desenvolvido para melhorar o conforto e aumentar a segurança de motociclistas; do Intep, a «BDS - Bike Diretion T-shirt», uma peça de roupa que reforça a segurança de ciclistas na estrada; da Cristina Torres, uma «Mariscada Saudável» proposta para que pessoas alérgicas a marisco possam desfrutar de refeições visual e olfativamente semelhantes; da mesma escola, o «Umbrella», um guarda-chuva com proteção integral; do Intep, o «Drone Rescue», uma solução que alia as potencialidades dos drones às necessidades e salvamento e de recolha em segurança de amostras laboratoriais e outras e, finalmente, da Cristina Torres, o Safer Belt, destinado a evitar viagens de automóvel quando os cintos de segurança não estejam corretamente colocados.

Em 5 minutos, cada uma das equipas apresentou ao júri - composto por António Tavares, pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, Carlos Moita, presidente da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz e da Incubadora de Empresas da Figueira da Foz, e Célia Carrasqueiro, Directora de Recursos Humanos da Verallia Portugal - a sua ideia, defendendo-a e justificando o seu carácter inovador, a sua exequibilidade e o impacto, social, económico e/ou ambiental, no território da CIM-RC.

E os vencedores foram…

Pedro Vicente, Diogo Sousa e Gabriel Cação, da Escola Secundária com 3.º Ciclo de Cristina Torres, sob a orientação da docente Ana Luísa Ferreira, com o «Adaptador de lentes graduadas para capacetes», desenvolvido para melhorar o conforto e aumentar a segurança de motociclistas, que irá representar a Figueira da Foz, a 1 e 2 de abril de 2017, na Final Intermunicipal da CIM-RC.

Os alunos vencedores do Concurso, coordenado pela GES Entrepeneur e apresentado pelo seu representante, Alexandre Almeida, receberam vales FNAC no valor de 75€, para além de diversas ofertas do Município da Figueira da Foz e da CIM-RC.

Ao projeto do 3.º Ciclo foi entregue um vale de 100€ para apoiar a continuação do desenvolvimento do «ASAS».

Na sessão de encerramento, o Vice-Presidente da Autarquia, António Tavares, felicitou todos os participantes e realçou a importância de estimular o espírito empreendedor nos jovens, enaltecendo a iniciativa e agradecendo a todos os envolvidos.

Sobre o programa "Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra " 2016/2017

Esta iniciativa tem como objetivo sensibilizar e motivar os jovens para as práticas empreendedoras, proporcionando-lhes uma experiência em ambiente competitivo, promovendo o trabalho em equipa e o espírito de iniciativa e dinamismo nos envolvidos no projeto.

O programa “Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra” tem o intuito de criar uma cultura empreendedora, promover o espírito de iniciativa, de cooperação e criatividade, permitindo aos jovens em idade escolar uma experiência real na área do empreendedorismo.

Este programa, promovido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) enquadra-se no projeto “Promoção do Espírito Empresarial da Região de Coimbra”, sendo cofinanciado pelo Programa Operacional Regional Centro 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |