cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Natureza
Desporto
Natureza
Arte
Cultura
Natureza
Desporto
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Reservas Visitáveis - Museu Municipal Santos Rocha

 

Cartaz Reservas

 

21 JUL|04, 18 e 28 AGT

Hora:4h00-19h00 

Local:Museu Municipal Santos Rocha  

Entrada: Gratuita

Público-alvo: Público em Geral

 

 

Atualizado em 13-06-2018

Visitas: 37

Férias na Biblioteca - Projeto Bandeira Azul

 

bandeira azul WEB

 

JULHO E AGOSTO 

 

Local:Biblioteca Municipal e praias do concelho 

Entrada: Livre

Público-alvo: Crianças | Famíias |  Público em Geral 

 

Atualizado em 13-06-2018

Visitas: 142

Sábados no Museu

 

Cartaz SabadosMuseu

07 e 28 JUL | 11 AGT

Hora:15H00-17h00 

Local:Museu Municipal Santos Rocha  

Entrada: Gratuito, sujeito a inscrição prévia: servico.educativo@cm-figfoz.pt

Público-alvo: Crianças e famílias 

 

 

Atualizado em 13-06-2018

Visitas: 150

Figueira Classic 2018 - Mostra de carros antigos

 Carros Classicos

20 JUL a 02 SET 

Hora: 10h30 -24h00

Local:Pavilhão Multiusos  

Entrada: Livre

Público-alvo: Público em Geral

 

 

Atualizado em 13-06-2018

Visitas: 129

Feira do Livro 2018

 

 figueira2018 A5 divulga P6

 

20 JUL a 02 SET 

Hora: 10h00 -24h00

Local:Pavilhão Multiusos  

Entrada: Livre

Público-alvo: Público em Geral

 pdfPrograma da Feira do Livro

 

Atualizado em 16-07-2018

Visitas: 127

"Revelações ", Branislav Mihajlovic

 

branislav

18 de maio a 02 setembro  

Hora:  1 Terça a sexta-feira: 09h30- 17h00 | sábados: 14h00 -19h00

Local: Museu Municipal Santos Rocha 

Entrada: Gratuita  
Público-alvo: Público em geral 

 

Branislav Mihajlovic nasceu em 1961 em Belgrado, Sérvia. Instalou-se em Portugal onde vive e trabalha desde 1992.

“A autoridade com que inegavelmente se impõe a pintura de Branislav Mihajlovic não resulta apenas da ostentação formal e da densidade plástica das suas propostas. Vem de uma memória recente e longínqua, exigente e transformadora que põe em jogo raízes e convulsões da existência.

A pintura carrega fardos pesados onde se cruza o passado e o presente, onde se encontram todas as viagens do pintor pelo território europeu, pelo território da história, da religião e da arte. São estas viagens que produzem memória e é essa memória que instala na obra este ou aquele objeto, esta ou aquela paisagem, aquela e não outra figura, aquele ícone e não outros sinais. As obras de Mihajlovic são como uma rede que filtra e repõe marcas e vestígios, seletivamente escolhidos, porque a coincidência é um fenómeno escasso na pintura, ao contrário da vontade de significação.” Laura Castro

 

Atualizado em 15-05-2018

Visitas: 236

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |