surfsurfespacoondasmares

Portuguese English French German Spanish
Natureza
Natureza
Natureza
Arte
Cultura
Desporto
Desporto
Internet Marketing Bruidsfotograaf

2.ª Caminhada Noturna "O que nos Liga"

 

2017 03 24 caminhada

24 de março

Hora:20h30 

Local de concentração: Espaço "Meeting Point" - Praceta Ledesmma Criado 

O Grupo de Voluntariado Comunitário da Figueira da Foz da Liga Portuguesa Contra o Cancro vai realizar no dia 24 de março de 2017, pelas 20h30, uma Caminhada Noturna intitulada “O que nos Liga”, que conta com o apoio da nossa Autarquia.

A Caminhada é dirigida à comunidade em geral, terá como local de concentração o Espaço do “Meeting Point”, na Praceta Ledesma Criado e será realizada pelo passeio, até Buarcos e regresso.

Este evento pretende:

  • sensibilizar para a prevenção primária do cancro,
  • divulgar os serviços da Liga Portuguesa contra o Cancro;
  • angariar fundos para apoio aos doentes oncológicos e suas famílias.

Os interessados podem  fazer a sua inscrição e adquirir o KIT de participação (camisola, folhetos informativos, água e fruta) junto de:

 

Atualizado em 22-03-2017

Visitas: 14

Temas de Arqueologia - 2ª edição

 

 

2017 04 05

Abril 

 

Hora: 15h00 
Local: Auditório Municipal 

Entrada: Livre  
Público-alvo: Alunos de Arqueologia, História e público e geral 

 

Pelo segundo ano consecutivo,  nas tardes de quarta-feira, durante o mês de abril, no Auditório Municipal,irá falar-se de Arqueologia.

As aulas da cadeira de Património da Universidade Sénior serão dadas, em formato de conferência, por arqueólogos especialistas em temas regionais ou outros que interessam para o estudo das colecções existentes no Museu Municipal Santos Rocha 

 

 

 

 

Atualizado em 03-03-2017

Visitas: 56

5as. de Leitura -à conversa com Pepetela

 

 

2017 04 06 pepetela

06 de abril

 

Hora: 21h30
Local:Auditório Municipal

Entrada: Gratuita
Público-alvo: Público em geral

 

 

Maior escritor de Angola, foi militante do MPLA na luta pela libertação e ministro da Educação. Abandonou a política para escrever a tempo inteiro e mostra-se crítico da sociedade angolana. Galardoado com o Prémio Camões pelo conjunto da sua obra em 1997, irá estar nas «5as de Leitura», na Biblioteca Municipal da Figueira da Foz, dia 06 de abril, pelas 21h30, para falar da sua mais recente obra, o romance "Se o Passado não Tivesse Asas", mas também do conjunto da sua obra, da qual se destaca ‘Mayombe’, uma das mais reconhecidas, dada a conhecer ao público apenas depois da independência de Angola.

Atualizado em 21-03-2017

Visitas: 85

5as. de Leitura - à conversa com os escritores, Paulo M. Morais e Isabel Rio Novo

 

2017 03 23 5as de leitura

23 março

Hora: 21h30

Local:Biblioteca Municipal 

Entrada: Gratuita
Público-alvo: Público em geral

 

 

Isabel Rio Novo nasceu no Porto em 1972, é doutorada em literatura comparada, e docente no ensino superior de Escrita Criativa e outras disciplinas nas áreas da literatura e do cinema. Autora de várias publicações no âmbito dos estudos intermédia, das literaturas portuguesa e francesa e da teorização literária, já integrou o júri de vários prémios literários e de fotografia. Em 2004, escreveu a novela O Diabo Tranquilo, em colaboração com o poeta Daniel Maia-Pinto Rodrigues. Em 2005, viu o romance A Caridade distinguido com o Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes. Em 2014, publicou o volume de contos Histórias com Santos. O romance Rio do Esquecimento foi finalista do Prémio LeYa 2015.

Paulo M. Morais nasceu em fevereiro de 1972 e é Licenciado em Comunicação Social. Trabalhou como jornalista em imprensa e multimédia. Em 2005, pôs uma mochila aos ombros e partiu para dar a volta ao mundo. Oito meses depois, ao regressar, especializou-se nos temas de gastronomia e viagens. Quando finalmente se aventurou na escrita de romances, descobriu uma nova paixão. E nunca mais conseguiu deixar de inventar personagens e ficcionar histórias.

Atualmente, entre outros projetos como o Colectivo NAU – Novos Autores Unidos, está a escrever um Romance Passageiro nas redes sociais, obra de ficção interativa sem rumo ou final pré-definidos.

Atualizado em 21-03-2017

Visitas: 102

Exposição "sobre a pele da pedra..." , Francisco Simões

 

 

2017 02 18 Francisco Simões

18 de fevereiro

a 16 de julho 

Inauguração: 18 fevereiro | 18h00

Momento dançado pela Academia Roysel Alfonso  - "impulso criador…interior!”

 
Local: Museu Municipal Santos Rocha

Entrada: Gratuita

Público-alvo: Público em geral 

 

Francisco Simões, o sonhador que nos convoca para o mistério do olhar, expõe no Museu Municipal

 

Decorrida uma década sobre a mostra antológica realizada no CAE, Francisco Simões regressa à cidade da Figueira da Foz, com obras inéditas que poderão ser vistas nas  salas de exposições temporárias do Museu Municipal,  a partir de 18 de fevereiro e até 16 de julho.

“sobre a pele da pedra…” pretende ser uma exposição reveladora das múltiplas facetas criadoras de um artista plástico único e versátil. (…)sabemos que o desenho a pintura a cerâmica o retrato a escultura é dele e de nenhum outro artista. como se a pedra lhe fosse o retrato mais fiel de si mesmo na profunda identidade de um ver diferente  de um sentir (…) (Isabel Mendes Ferreira)

Atualizado em 16-02-2017

Visitas: 106

Exposição " "36 montes de areia formados por vento e mar” , Frederico Malaca

 

 

2017 01 14 36 montes frederico malaca

até 26 de março

 
Local: Núcleo Museológico do Sal

Entrada: Gratuita 
Público-alvo: Público em geral

 

O Núcleo Museológico do Sal acolhe, até 26 de março, a exposição de fotografia  "36 montes de areia formados por vento e mar”, da série COSTA, da autoria de Frederico Malaca.

’36 montes de areia formados por vento e mar”, registado em 2016, inclui-se num projeto de investigação denominado COSTA, iniciado em 2014 e que  visa a criação de diversos trabalhos com o propósito de fazer um levantamento do território em torno da localidade Costa de Lavos.

 

 

Atualizado em 17-01-2017

Visitas: 152

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |